NOME DE POBRE NO BRASIL

sexta-feira, 15 de março de 2013

MACONDO NÃO TINHA AR-CONDICIONADO

Deonísio da Silva º - Carol, o plural de ar-condicionado é ares-condicionados, com hífen, ou “ares condicionados”, sem hífen? - Não sei, Arabela! Depois do Acordo Ortográfico, quem é que sabe? Além do mais, esta sala não tem ar-condicionado, nem com hífen, nem sem hífen. Isso está me deixando de miolos moles. - Mas você não era amiga do autor do livro dos vinte mil hifens da língua portuguesa? - Era, não! Sou! Só porque ele morreu, não deixei de ser amiga dele. E eu usava o livro, não o autor! - Não foi o que Maria andou dizendo por aí! - Que Maria de disse isso? Aquela sirigaita de São Joaquim da Barra? Aquela é uma fofoqueira, isto, sim! - O nosso amigo professor disse que a fofoca é uma prova de solidariedade. Revela que a pessoa está preocupada com a vida dos outros. E de modéstia, também. A pessoa que faz fofoca, não fala de si, fala dos outros, ela não se considera um bom assunto. - Ah, eu ouvi isso, eu estava lá no dia da conferência. Ele disse também que a pessoa fofoqueira fala pelas costas, com delicadeza, não é louca de falar na frente daquelas a quem critica, seria uma grosseria e poderia assustá-las. - Mas o professor conhece a Maricota de São Joaquim da Barra? - É como se a conhecesse porque o seu amigo juiz conta para ele como são os tipos daquela cidade. - E as casas de lá têm ares-condicionados? - Você quer trocar de assunto, Carol! Por que não quer falar do autor do livro dos hifens? - Porque estou sentindo muito calor. - É só falar nele que você começa a sentir calor? - Deixe de ser fofoqueira, Arabela! Deixe de ser Maricota. - Parece que o calor, em você, não derrete só o bestunto. - Cruzes! Que palavra é essa? De onde você tirou isso? Bestunto? - É! Juízo de besta, sem querer ofender, que não faz as sinapses direito! - Sinapses? Caramba! Comeu um dicionário? - Não. Sinapse é ligação. Você não sabe o que é sinapse? - Não! Quando eu trabalho sem ar-condicionado, fico assim, meio lesa da ideia. - Mas o nosso chefe parece que trabalha mais e melhor sem ar-condicionado! - Fale com a mulher dele, quem sabe ela nos ajuda, ele sempre ouve muito o que ela diz! - Pois é! Acho um casal muito harmonioso, mas me diga: o que é sinapse? São Joaquim da Barra tem sinapse? - Acho que tem. Porque tudo o que cheira a coisa estranha, lá tem! - O professor amigo do nosso chefe disse que a cidade parece Macondo, a vila do romance de García Márquez, Cem Anos de Solidão. Já leu esse livro? - Não. Mas deve ser sobre a vida de uma solteirona, né? - Não! Mas poderia passar-se em São Joaquim da Barra. O fundador da cidade, um valentão, quando reclamavam que ele queria mandar mais do que o imperador, dizia: “O imperador manda no Brasil. Nesta redondeza e nas minhas terras mando eu!”. - E naquele tempo havia ar-condicionado lá? - Não! - Então não mudou nada! Continuamos como em São Joaquim da Barra no tempo do Império! Haja atraso! Arabela olhou pra Carol, Maria coçou a mão, e Maricota não coçou nada, não! • Escritor e professor, autor de 34 livros, entre os quais A Placenta e o Caixão (reunião de crônicas aqui publicadas). .