NOME DE POBRE NO BRASIL

segunda-feira, 21 de abril de 2014

TIRADENTES, INCONFIDÊNCIA, TRAIÇÃO E MORTE

Hoje, 21 de Abril, na Rádio Bandnews explicamos a Revolução que deu errado no Brasil, já tinha dado certo nos EUA e deu certo na França, gerando maior circulação para a palavra INCONFIDÊNCIA, sinônimo de traição, cujo étimo é o Latim INCONFIDENTIA. O lema da bandeira era LIBERTAS QUAE SAERA TAMEN (sou uma das fontes de que a frase é sem sentido, pois foi copiada fora do contexto. Ver http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberdade_ainda_que_tardia). A frase foi tirada de uma égloga do poeta latino Virgílio, que viveu no século I a.C. Dois pastores conversam. Um pergunta para o outro: "Que motivo tão forte você teve para ir a Roma?" O outro responde: "A Liberdade que, ainda que tarde, olhou para mim, e eu nada fazia, ela teve piedade de mim". Se desse certo, a capital seria São João del Rey, hoje com 50 000 habitantes. Todos os Inconfidentes foram condenados à morte pela avó de Dom Pedro I, Dona Maria I, a Louca. O neto pouco mais de 30 anos depois proclamou a independência. Morreram dois dois inconfidentes, dentre um grupo que incluía padres, empresários e outros letrados: Tiradentes, enforcado no Rio; Cláudio Manuel da Costa, no cárcere, em Minas. Os outros foram degredados para a África. O Judas deles foi Joaquim Silvério dos Reis Leiria Grutes. Tiradentes não usava barba! Quem o retratou com barbas foram os pintores Leopoldino de Faria e Pedro Américo.(xx)