NOME DE POBRE NO BRASIL

terça-feira, 30 de abril de 2013

DE JÂNIO QUADROS A MARIA BATALHÃO: AUGUSTO NUNES E DANTE MENDONÇA

Adelaide Carraro é autora de alguns dos 508 livros publicados na ditadura militar, no período pós-64, objeto de minha tese de doutorado, defendida na USP, em 1989, e publicada como livro: Nos Bastidores da Censura: literatura, sexualidade e repressão pós-64! Pois meu querido amigo Dante Mendonça nos brinda hoje com uma bela crônica sobre um fato insólito: um dos trechos do livro EU E O GOVERNADOR tinha sido escrito por um inimigo ou um jornalista a soldo de um inimigo de Jânio Quadros. Eu tenho cada amigo que é uma enciclopédia...Dante, um golaço! Parabéns! Na foto com Jânio aparece Augusto Nunes, outro querido amigo, um irmão! http://www.parana-online.com.br/colunistas/67/96716/ Essas idas e vindas de Dilma Rousseff me fazem lembrar Jânio Quadros! Ah, mas cadê o delicioso estilo barroco? Ele sabia falar e escrever!