NOME DE POBRE NO BRASIL

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

A MACAXEIRA DA PETROBRÁS E O TCU

Os doutores do Tribunal de Contas da União (TCU) gastaram horas discutindo se os trabalhadores das refinarias da Petrobrás no Nordeste deveriam comer 120 ou 220 gramas de macaxeira (mandioca ) no café da manhã. E questionaram o preço pago pela empresa: R$ 2,78 pela ração. Argumentaram que no mercado é R$ 0,39 por 220g. Está no relatório que lavraram.
Pergunto : quantas toneladas de macaxeira ( mandioca ) poderiam ser compradas com o dinheiro que custaram a reunião e o relatório? Os ordenadores das despesas deixaram de fazer o que estavam fazendo e foram explicar-se aos doutores. Ainda bem que foram objetivos neste caso : "a convenção coletiva dos trabalhadores da indústria da construção pesada exige que o café da manhã respeite os regionalismos ". Só no Brasil!
Onde estavam os mesmos doutores do Tribunal de Contas da União (TCU) quando deixaram passar os 175 milhões que as equipes do juiz Sérgio Moro estão conseguindo trazer de volta para os cofres públicos, roubados na maciota pelos criminosos, agora arrependidos, da rubrica "delação premiada "? Só no Brasil!